CRÔNICAS REFLEXÃ0

VISÃO DE ESTADO

Raul Lessa
Últimos posts por Raul Lessa (exibir todos)

Muitas pessoas tem arraigada a falsa ideia de que pobre tem que ser de esquerda e rico tem que ser de direita. Isso cria um conceito irreal do que é “ser de esquerda” ou “ser de direita”.

Não  é uma condição econômica, é uma maneira de entender o Estado e suas relações com o povo.

A Europa tem a maioria dos países de esquerda e apenas agora entrou nesta onda que trouxe a direita ao poder. Mas são países essencialmente socialistas, com uma visão SOCIAL do Estado e seu papel. Preocupam-se com saúde, educação, bem estar, proteção aos idosos, respeito às minorias, etc.

E porque gente de esquerda não pode ir a Paris e ficar no George V? Precisa ficar num quarto barato de albergue?

O que embasa este conceito distorcido ?

Quem leu  “A Elite do Atraso” – e sempre é tempo de ler – , viu que a esquerda não quer a distribuição da riqueza, mas a igualdade de DIREITOS. Ninguém é contra a riqueza e suas benesses, apenas busca tornar esta riqueza acessível, na medida do possível, ao maior número possível de pessoas do País.

Conheço muitos ricaços de extrema esquerda. E que sempre se posicionaram politicamente dessa forma – desde tempos anteriores à fortuna.

Ser de esquerda ou de direita nada tem a ver com o que se usa, consome, para onde viaja, onde fica hospedado ou tem.

É uma visão de como deve ser um Estado justo.



 

Raul Lessa

Raul Lessa

Economista e Publicitário, especialista em Marketing. Pai de quatro filhos e avô de sete netos.
Vive em São Paulo.

Deixe um recado