LITERATURA RESENHAS

“OS ANÕES”, Verônica Stigger

“Os Anões” 

Verônica Stigger
(Cosac Naify)
Os minicontos de Veronica Stigger evidenciam um mundo de violência, amplamente retratado em imagens. São histórias de linchamento, suicídio, acidentes, rompantes fatais: ficções densas, embrionárias ou potenciais, que ressoam na memória do leitor – as narrativas, quase sempre surpreendentes nos desfechos trágicos, tem uma incompletude que instiga. Em formato pequeno e papel cartonado, o projeto gráfico também  se comunica com a estranheza das narrativas. Na quarta capa, o escritor mexicano Mario Bellatin nos prepara: “Os fragmentos, as histórias diminutas deste volume, apresentam-se como um telescópio que não serve senão para observarmos a nós mesmos”.
Escrevinhando
Últimos posts por Escrevinhando (exibir todos)

Escrevinhando

Escrevinhando

Escrevendo sobre tudo...

Deixe um recado