CINEMA | SÉRIES

KIDDING

Débora Böttcher Lessa
Últimos posts por Débora Böttcher Lessa (exibir todos)

Se você zapeou por Kidding (Brincando) na grade do Globoplay e não parou por achar que era coisa de criança, pode voltar – e tirar os menores de 14 da sala, porque a única brincadeira de fato fica nesse mundo imaginário entre a realidade e a fantasia.

A série, de duas temporadas com 10 episódios cada com uma média de 30 minutos, mostra o comediante Jim Carrey num personagem bem diferente dos que o alçaram à fama.

Tratando de temas sérios, que vão do luto à quase falência, passando por muitas perdas e danos, o enredo em formato de tragicomédia é quase uma prosa poética da vida real, lidando com rupturas, reveses, recomeços, colapso emocional, bondade, verdades e mentiras, de forma delicada e generosa com o telespectador.



O capítulo dois da segunda temporada pode entediar um pouco os não amantes de musicais, mas insista e veja a série até o final – que tem um desfecho sublime e reconfortante sem fugir do tangível.

O elenco conta, além do protagonista, com Catherine Keener, Judy Greer, Frank Langella, Justin KirK, e os atores mirins Cole Allen, no papel dos gêmeos Phill e Will, e Juliet Morris como a soturna Maddy. Na segunda temporada, tem a participação da cantora Ariana Grande.


 

 

 

Débora Böttcher Lessa

Débora Böttcher Lessa

Formada em Letras, com especialização em Literatura Infantil e Produção de Textos. Participou do livro de coletâneas "Acaba Não, Mundo", do site "Crônica do Dia", onde escreveu por 10 anos. Publicou artigos em vários jornais. Trabalha com arte visual/mídias. Administra esse site.

Deixe um recado